------------

Doenças das Unhas

As unhas podem dar sinais para um especialista sobre como esta a saúde do nosso corpo. É capaz de identificar doenças importantes, tais como diabetes ou doenças do coração, é por isso que os especialistas recomendam consultar um médico se observar mudanças na cor ou forma da unha.

As unhas são fáceis de analisar, mas o médico deve ter conhecimento destes sinais, e os pacientes devem saber que qualquer mudança é uma questão de consulta, já que nem todas as mudanças nas unhas é a onicomicose, uma infecção fúngica.

Pontos escuros, manchas idade, linhas finas e brancas, amarelentas, separação da pele, descamação, falta de crescimento, curvatura excessiva, afinamento da espesura até ficar transparente, levantamento dos extremos, hemorragia, inflamação das bordas ou partes rosas são sinais típicos de que algo está errado e deve consultar o médico.Pode aparecer em uma ou mais unhas, junto com o surgimento da doença ou como um primeiro sinal que algo está errado.

doenças das unhasPor exemplo, embora o dermatologista, que irá confirmar o diagnóstico, desprendimento parcial nas bordas da unha (onicólise) pode ser um sinal de hipotireoidismo ou hipertireoidismo, mieloma, anemia, câncer de pulmão, ou o diabetes. A queda de uma unha (onicomadese), entretanto, ajuda a identificar doenças febris, diabetes mal controlada, o estresse excessivo, a pneumonia, a psoríase e as reações adversas a medicamentos.

O número de consultas aumentou de 60 para 70 por cento quando as pesoas veêm anúncios de televisão que incentivam a consultar um dermatologista quando se tem um problema com as unhas. As unhas são uma parte importante da estética das mulheres, elas são as primeiras a procurar ajuda.

Quando a unha adota um formato côncavo com o levantamento dos extremos, pode indicar uma falta de ferro no organismo ou anemia, doença cardíaca, hipotireoidismo ou má nutrição. Mas se a aparência é de sangramento ou hemorragia debaixo das unhas, causado pela ruptura de vasos localizados longitudinalmente, não pode ser descartado um trauma ou causa interna de 10 a 20% dos casos.

 Entretanto, uma maior curvatura da unha acompanhada por um crescimento excessivo do tecido conjuntivo e inchaço ao redor do dedo, um distúrbio conhecido como dedos hipocráticos devido o primeiro caso ser identificado em 400 aC, está associado com doenças sistêmicas . Este transtorno na superfície das unhas atinge um ângulo maior ou igual a 180º e muitas vezes difícil de diagnosticar. É geralmente um sinal de insuficiência pulmonar, problemas cardíacos, fígado, gastrointestinal ou renal.

 As linhas brancas transversais em várias unhas podem indicar uma reação adversa a medicamentos, doenças metabólicas, tumores, doenças infecciosas (tuberculose e malária) e problemas cardiovasculares e renais. Uma parte rosa no final é um sinal de cirrose ou insuficiência cardíaca congestiva, enquanto que quando as unhas ficam amarelas, fina, com pouco crescimento (síndrome da unha amarela) não deve ser excluída a tuberculose , asma ou bronquite crônica.

Um dos piores problemas é o melanoma maligno da unha, que pode aparecer com uma mancha preta na unha e que as pessoas costumam associar a uma contusão ou um golpe, quando o médico poderia confirmar ou negar antecipadamente.

Muitas pessoas saudáveis com unhas anormais não acham que estão doentes. Além disso, a maioria das pessoas com alteração mínima da unha é geralmente saudável.

Mas se uma pessoa tem um problema interno de saúde, olhe suas unhas que podem ajudar a localizar o problema, porque alguns sinais indicam para o médico a parte do corpo que deve ser examinada com mais cuidado.